Frustração: maior inimigo do crescimento profissional

O que faz um trabalhador acordar cedo todos os dias, sentar em sua cadeira de trabalho e não enxergar nenhum motivo animador para estar ali? Ou, pior ainda, o que faz ele não querer, de jeito nenhum, estar ali?

g4rh-blog-Como lidar com a frustação-img-1

Durante sete anos, Mark Royal e Tom Agnew, ambos consultores seniors do Hay Group, mergulharam na vida corporativa de diversas empresas para tirar uma dúvida: quem é o maior inimigo do engajamento profissional?

Frustração. Essa é a base de todas as respostas encontradas pelos especialistas para suas perguntas. “Existem muitos tipos de frustrações. As pessoas ficam frustradas por causa de filas, por causa de burocracia, por causa do trânsito, mas a frustração profissional é diferente”, explica Royal.

 

O QUE É FRUSTRAÇÃO?

 

O conceito de frustração usado no livro “O Pior Inimigo do Engajamento Profissional”, lançado em 2012 pela editora Campus é o mesmo usado pelo dicionário: é a incapacidade de as pessoas conquistarem algo desejado. Porém é diferente da frustração sentida em ficar na fila do mercado, no trânsito, ou por causa da comida fria, por exemplo.

 

No trabalho a frustração é como uma ansiedade ou uma preocupação que faze com que um funcionário, até então engajado, perca a motivação de realizar suas tarefas. A causa pode ser as barreiras que existem no escritório que não permitem que ele dê o seu melhor. Normalmente, no mundo corporativo, esses funcionários engolem esse sentimento porque entendem que não existe muito a ser feito para driblar esses problemas.

 

g4rh-blog-Como lidar com a frustação-img-3

 

FRUSTADO OU RECLAMÃO?

 

Segundo os consultores, a desmotivação não é reconhecida pelas empresas por três razões:

 

  1. 1. Muitas organizações não costumam perguntar a seus profissionais sobre seu nível de engajamento. Assim, quando um empregado diz que se sente desmotivado, a resposta é recebida com “surpresa” pelas empresas.
  2. 2. Os gestores podem confundir o funcionário dedicado com empolgado. Cuidado, mesmo que um funcionário esteja cumprindo seu papel e fazendo seu trabalho, isso não significa que ele esteja realizado. Pelo contrário, pode ser que o funcionário esteja desmotivado.
  3. 3. Muitos colaboradores não falam sobre suas frustrações para seus superiores porque têm medo de represálias ou de serem taxados como “reclamões”. Além disso, ele também corre o risco de ouvir um “se não está bom, pode sair e encontrar sua felicidade”.

“É que para algumas empresas a responsabilidade de estar engajado é dos funcionários e não delas”.

 CONSELHO ÀS NOVAS GERAÇÕES

 

As novas gerações, assim como o excesso de velocidade que as empresas têm que demonstrar resultados no período de crise, ou em um mercado tão competitivo, trazem uma nova ansiedade. Ou seja, para as novas gerações, as coisas devem acontecer rápido, e se não for assim, esses jovens atribuem a responsabilidade aos seus chefes.

 

Eles pensam que o chefe não é capaz de reconhecer ou que não conhece o trabalho que ele está fazendo de verdade. Mas vale ressaltar que as empresas têm processos bastante legítimos de promoção e, provavelmente, esse chefe teve uma história de entregas e de bons resultados que o levaram à promoção. A melhor dica nessa hora é você aprender com esse chefe, respeitando o trabalho dele, e ter a paciência de você poder fazer o trabalho de um bom chefe.

 

CONSELHO AOS GESTORES E CEOs

 

Encontre uma maneira de fazer seus colaboradores trabalhaemr de maneira mais inteligente. Construa ambientes de trabalho mais eficientes para dar suporte aos empregados”, assim,  eles se sentirão confiantes para fazer mais, entregar mais e sentirem-se mais úteis.

 

Crédito: Revista Época Negócios

 

Para ajudar nesse passo, conte com uma consultoria em Gestão de Carreira e com um RH Sistêmico Estratégico. São opções que irão te ajudar, como gestor, a deixar de ser um “patrão” para se transformar em um líder inspirador com uma empresa que é o sonho de muitos trabalhadores. Assim, você terá talentos retidos e uma prestação de serviços impecável.

 

Recrutamento e Seleção em Curitiba

 

Conheça a G4 soluções em RH, uma empresa inovadora em soluções de Gestão de Pessoas e Desenvolvimento Organizacional Sustentável. Saiba mais sobre estas e outras soluções. Ligue: (41) 3019-5068/ (41) 9910-9827 ou acesse: www.g4rh.com.br.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shares
Abrir chat